A CASA DE JULIETA: O Encanto de uma História de Amor

Reservei um dia para Verona no meu roteiro quando fiz uma viagem de carro pela Itália, a cidade conhecida pelo romance de Shakespeare fica no Norte do país bem próximo à Veneza e vale a visita!

A casa de Julieta (da célebre história Romeu e Julieta), recebe diariamente centenas turistas e muitos ficam apenas pelo pátio para tirar foto com a estátua da protagonista, deixar cartas no postal e escrever bilhetes nas paredes (esta parte é gratuita, paga-se apenas para entrar na casa). 

Sabemos que tudo é uma grande fantasia, mas muitos estão lá para admirar de alguma forma a história de amor ou simplesmente para celebrar o amor. Portanto, já é o suficiente para se tornar uma visita especial. Vou deixar abaixo as informações para a visitação na casa e logo depois o contexto histórico dela.

VISITAÇÃO

Localização: Via Cappello, 23, Verona

Horário: Terça à domingo das 8:30 às 19:30. Nas segundas o horário é reduzido: das 13:30 às 19:30.

Preço: 6€ para adultos, 4,50€ para idosos acima de 60 anos e 1€ para crianças de 8 a 14 anos (mas que só podem entrar acompanhados ao menos por um adulto). Gratuito para idosos acima de 65 anos e crianças de até 7 anos.

Entre outubro e maio nos primeiros domingos do mês o ingresso é 1€ para todos, entre junho e setembro a promoção não entra em vigor devido à alta temporada.

Lugares próximos: Arena de Verona, Piazza delle Erbe, Ponte de Castelvecchio, Basilica di San Zeno, Piazza dei Signori, Torre dei Lamberti.

CONTEXTO 

A Casa de Julieta está situada na Via Capello, 23 em Verona. Esta deveria ser a casa onde Julieta vivia e muitos acreditam que a varanda da casa era o lugar onde os dois amantes declaravam seu amor um pelo outro. Atualmente o lugar é uma das principais atrações de Verona e recebe milhares de turistas todos os anos, todos querendo conhecer esse local super romântico. A casa teve um papel importante no filme Cartas para Julieta (de 2010, estrelado por Amanda Seyfried e Vanessa Redgrave), tornando o local ainda mais famoso. Se você gosta de um romance doce (e da Itália), provavelmente vai adorar esse filme.

No filme é mostrado o pequeno pátio em frente à casa de Julieta e tudo parece limpo, pacífico e relaxado. Na realidade, está cheio de turistas olhando para a varanda e fazendo fila para tirar fotos junto à estátua de Julieta. A propósito, se você está procurando boa sorte e amor, entre na fila para esfregar a mão no peito direito da estátua. Outro ponto alto desta visita são as paredes do pátio que é coberta de recados e nomes de casais, como forma de eternizar o amor.

Dentro da casa, você pode ter uma boa ideia de como pessoas como Julieta e sua família costumavam viver, e você pode admirar a cama dela. Bem, não é realmente a cama dela, mas uma cama usada para uma cena de amor no filme Romeu e Julieta (1968), de Franco Zeffirelli.

Existem também alguns computadores disponíveis, se você sentir a necessidade de expressar seu amor e escrever a Julieta – ou a outra pessoa – uma carta de amor (se estiver em dúvida se Julieta realmente lê os e-mails dela, você pode deixar sua carta de amor na caixa de correio à moda antiga). No entanto, a principal razão pela qual as pessoas entram na casa é de posar na varanda e tirar uma foto. 

Então, esta é realmente a casa de Julieta? Definitivamente não. Romeu e Julieta nunca existiram realmente, assim como William Shakespeare nunca visitou Verona e quanto a famosa varanda, esta foi adicionada no século XX. O que aconteceu na verdade foi que a cidade de Verona comprou a casa em 1905 da família Dal Capello. Pelo sobrenome Capello ser semelhante à Capuleti (sobrenome de Julieta), acabou sendo fácil ‘vender’ esta casa como o lugar onde Julieta morava.

Apesar de tudo isso, de toda “não veracidade”, eu ainda acho um lugar muito agradável para se visitar. Pois é um local que está bem além da história de Romeu e Julieta, é um lugar que representa o amor e é lindo ver quantas pessoas passam por lá se agarrando nesse sentimento. Como não amar?

REFERÊNCIAS PARA A BAGAGEM CULTURAL

Dicas de filmes relacionados: Cartas para Julieta (Gary Winick, 2010); Romeu & Julieta (Franco Zeffirelli, 1968).

importante: trata-se de uma história fictícia, são referências para entretenimento e para ver conhecer todo este cenário.

Dica: você não precisa ir a Verona para escrever uma carta para Julieta. Desde décadas, a cidade de Verona recebe milhares de cartas todos os anos, todas dirigidas a Julieta (a maioria são mulheres e adolescentes americanos). As cartas são lidas e respondidas pelos voluntários do Clube de Julieta (Club di Giulietta). Sim! Exatamente como no filme! O clube também organiza o aniversário de Julieta (em setembro) e festividades.

Endereço: Via Capello, 23, Verona.

Leave a Comment

Your email address will not be published.